Lisboa
28 Nov, Sunday
9° C
TOP

Planejar intercâmbio em Portugal (Olá, mundo!)

Intercâmbio em Portugal: como planejar
 
Planejar intercâmbio em Portugal pode ser um desastre se você estiver desinformado. Nós, brasileiros, tendemos a achar que por ser um país “irmão” a gente pode dar um jeitinho em tudo. Não encare isso como uma crítica, mas eu mesma senti na pele que não é assim que o mundo funciona.

Os tugas são tão burocráticos quanto a gente em relação às leis. Tudo muda do dia pra noite e fica difícil se planejar, a desinformação rola solta. Não é à toa que a nossa constituição foi inspirada na deles.
 

Intercâmbio em Portugal: o que você encontra por aqui

 
Apesar de ser um país flexível em relação à imigração brasileira, é preciso entender que todo país tem regras nas fronteiras, até o Brasil. Uma vez que você deixa o nosso país sem todos os documentos (e pertences) que precisa, fazer as coisas à distância vai ser muito mais difícil, caro e dependendo do documento que deixou pode ser impossível permanecer legalmente em Portugal.

Eu resolvi criar esse blog para evitar que outras pessoas cometam os mesmos erros que a minha ansiedade e falta de informação ocasionaram. Morei um ano em Lisboa e fiz um semestre de intercâmbio na ESCS do IPL. Depois de conhecer meu namorado e decidir me estender por lá, arranjei dois freelas na minha área. Pode parecer pouco tempo, mas eu sou pára-raio de situações estranhas, muita coisa aconteceu. Muita gente que conheço e que não faço ideia de quem seja veio me pedir dicas. A partir daí, defini que precisava criar um conteúdo pra ajudar todo mundo.
 

Todas as dicas que você precisa para fazer intercâmbio em Portugal

 
Queria aproveitar a minha falta de planejamento pra prevenir tragédias na vida de quem quer planejar intercâmbio em Portugal ou trabalhar por lá. Ainda assim, tudo o que deu certo não podia ter sido mais perfeito: também estou aqui para partilhar o que vingou na raça  e como consegui – porque brasileiro não desiste nunca, né?

A Jordana, amiga da faculdade, viajou pra todo canto e vai me ajudar com essa parte e com o estudo porque ela é uma aluna mais aplicada do que eu. Primeiro, quero levantar o que você vai encontrar por aqui:
 

  • Burocracias: passaporte, visto, consulado português, consulado brasileiro, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras autorização de residência, procuração de plenos poderes no Brasil, casamento com estrangeiros, abrir conta bancária, tirar o “CPF” português, abrir uma “MEI”, tirar cidadania, perder o passaporte, estender o visto etc.
  • Estudar: fazer inscrição em faculdades portuguesas, tipos de instituição de ensino, fazer transferência para uma universidade portuguesa, intercâmbio, melhores faculdades, mestrado, pós-graduação, sistema de avaliação, tempo de curso, perfil dos alunos e muiiito mais coisas.
  • Lazer e viagens: baladas, boates, bares, onde conseguir cerveja barata, onde sair em Lisboa, eventos gratuitos na cidade, shows, festivais de verão, praias, passeios brasilidades em Portugal, segurança, viagens em Portugal, viagens pela Europa, gírias e expressões, Portugal no verão, culinária, restaurantes, curiosidades, passeios em Lisboa, onde encontrar brasileiros (em toda parte) e dicas para quando bater saudade: samba, forró e festas brasileiras em Lisboa.
  • Trabalhar: visto, como trabalhar sem visto, contrato de trabalho, restrições, como não cair em roubadas, sites para procurar emprego em Portugal, dicas para entrevistas, cartas de apresentação, vantagens para quem tem passaporte português, dicas de postura no trabalho, entre outros.

 
Também vou conversar com amigos que estão planejando um intercâmbio e outros que já estão vivendo bem em Portugal pra manter tudo sempre atualizado. Mas já dou uma dica: se você for estudar, não caia na besteira de tentar emitir o seu visto lá. Nenhum país emite visto de residência no seu território e tem muitas exceções para conceder autorização de residência (palavra de quem fez cagada).
 
E uma curiosidade: o título desse post está errado para os portugueses. Eles dizem “planear” :). Pra encerrar o olá, deixo aqui uma frase do escritor brasileiro Fernando Sabino que muita gente atribui ao Pessoa. De toda forma, resume a minha est(r)ada em Portugal:

No fim, tudo dá certo. Se não deu certo é porque não chegou ao fim.
 
Fernando Sabino

Fique atento aos novos posts para planejar intercâmbio em Portugal, viajar ou trabalhar. Já tenho uma pauta enorme que pode te salvar de apuros. Até a próxima!
 
Leia também:

+ Como tirar visto de estudante em Portugal

A Gabi fez intercâmbio em Lisboa em 2015 e desde que voltou para o Brasil no ano seguinte, já começou a planejar a volta para Lisboa depois de se formar. Está de volta à capital portuguesa desde 2019. Desde que tudo deu errado com o seu visto, em 2015, resolveu ser mais criteriosa com a papelada e criou o blog para evitar que outros estudantes cometam os mesmos erros.

Post a Comment